domingo, 11 de setembro de 2011

Revisão da apostila e quadro conceitual

Revisão conceitual

Situação 1 – Eleição para prefeito da cidade - Ações Individuais baseadas na ação ou opinião de outros indivíduos;
Situação 2 – A conquista de uma vaga na universidade ou título profissional – ações baseadas em regras de ações coletivas;
Situação 3 – A greve – O que define é a prática coletiva dos grupos sociais específicos, onde o acesso a produção de bens estabelece a forma das relações.

Assim, a Sociologia volta-se para problemas que o homem enfrenta no dia-a-dia de sua vida em sociedade.

Foi somente na Europa, com o fim da sociedade feudal e a constituição da sociedade capitalista, que se desenvolverá a idéia de que os indivíduos são plenamente autônomos, não dependentes da coletividade a que pertencem.  A predominância do individual sobre o coletivo fez nascer, então a Sociologia.

O homem enquanto ser que vive e faz história, mergulhado em um contexto social específico, passa a ser o foco de interesse da Sociologia.

Assim os Sociólogos tentam responder as perguntas:
Como os homens agem em sociedade?
Como as ações de indivíduos diferentes se influenciam reciprocamente?
Como as pessoas obedecem a regras que são definidas pela sociedade e são exteriores a elas?
Como as práticas sociais definem individualidades e ao mesmo tempo, grupos homogêneos?

A busca por respostas a perguntas como essas, dividem os Sociólogos:
Alguns irão privilegiar o papel do indivíduo na escolha das ações sociais – como no caso da eleição.
Outros privilegiam a sociedade e suas instituições, obrigando o individuo a seguir regras específicas. Médico/sociedade
Em um outro extremo encontram-se os que trabalham com a idéia de que são determinadas práticas sociais que definem as relações entre os diferentes grupos que compõem a sociedade – Capital/trabalho
 Todos, entretanto, estão tentando compreender o problema da individualidade e da ação coletiva social.

Estudando Autores a seus conceitos

Durkheim e os fatos sociais:

Fatos Sociais são os objetos de estudo da Sociologia e referem-se às regras e normas coletivas que orientam a vida dos indivíduos em sociedade.
Essas regras ou estes Fatos Sociais tem duas características básicas:
Exteriores – São as regras criadas coletivamente e já existem fora dos indivíduos quando eles nascem.
Coercitivos – Punição por desobediência a uma das regras coletivas, gerando punição, de alguma maneira pelo resto de seu grupo.
A Educação é justamente um dos exemplos preferidos de Durkheim para ilustrar o que é fato social. Como a educação ocorre em vários ambientes de aprendizagem, Émilie Durkheim trabalha com um conceito muito importante na construção de sua teoria que é o de Instituição (Igreja, escola, família, exército, etc.).

Max Weber e a ação social:
Para Durkheim a ênfase da análise recai na sociedade, mas para Max Weber, a sociedade não é algo exterior e superior ao indivíduo. A ação social acontecerá quando o indivíduo tenta estabelecer algum tipo de comunicação com os demais indivíduos de seu grupo social.

O exemplo de dois ciclistas andando na mesma rua, em sentidos opostos ilustra a idéia de Weber sobre o que é uma ação social. O simples choque entre os dois não pode ser considerado uma ação social. Mas  a tentativa de se desviarem um do outro, indica para o outro a intenção de evitar o choque, esperando uma ação semelhante como resposta.
Weber estabelece assim 4 tipos de Ação Social:
Tradicional
Afetiva
Racional com relação a valores
Racional com relação a fins

Marx e as classes sociais
As contribuições de Karl Marx para a sociologia relacionam-se ao fato de que, para Marx as condições matérias de toda a sociedade condicionam as demais relações sociais. Assim, a produção é a base de toda a sociedade e a raiz de toda a estrutura social das sociedades modernas ou capitalistas. Segundo Marx, as relações sociais de produção estabelecem dois grandes grupos dentro da sociedade, os trabalhadores ou proletariado e os capitalistas. Segundo Marx é a classe a que pertencemos é que condiciona de maneira decisiva a nossa atuação social.

Após um mergulho dos conceitos sociológicos vistos aqui, podemos abordar de uma nova maneira as situações e os problemas da vida cotidiana. Trabalhando com esses conceitos, não mais estaremos no campo do senso comum, mas no da ciência.

 QUADRO ESTUDADO EM SALA

TEÓRICO
DURKHEIM
WEBER
MARX
TEORIA
FATO SOCIAL
AÇÃO SOCIAL
CLASSE SOCIAL
CARACTERÍSTICA
COERCITIVOS E EXTERIORES
AFETIVA
TRADICIONAL
RACIONAL A FINS
RACIONAL  A VALORES
CAPITALISTAS
PROLETARIADO
BENS DE CONSUMO
PROPRIEDADE PRIVADA
ESQUEMA


SOCIEDADE 

INDIVÍDUOS



INDIVÍDUOS  +  INDIVÍDUOS   SOCIEDADE
POSTURA
NEUTRALIDADE
INTERFERÊNCIA
REVOLUCIONÁRIO
DITADO
“ME DIGA COM QUEM ANDAS QUE TE DIREI QUEM ÉS”
“UMA LARANJA PODRE ESTRAGA TODA A CAIXA”
“O MUNDO TRATA MELHOR QUEM SE VESTE BEM”



Nenhum comentário:

Postar um comentário